Bulls, Hornets, Warriors: as sensações da NBA após uma semana

Bulls, Hornets, Warriors: as sensações da NBA após uma semana

É apenas o início, é verdade, mas algumas franquias em especial já começam a empolgar o torcedor com esperanças para a temporada. Chicago Bulls, Charlotte Hornets e Golden State Warriors abriram seus trabalhos com o pé no acelerador, e ocupam os holofotes deste breve começo de competição.

  • Chicago Bulls (4-0): possivelmente quem melhor se movimentou na offseason, Chicago vem fazendo jus ao patamar que foi alçado depois de suas contratações. As aquisições de DeMar DeRozan e Lonzo Ball, somadas à um time que já possuía estrelas como Zach LaVine e Nikola Vucevic, elevaram o elenco a um nível que há tempos o torcedor não via. O Bulls hoje é time de playoff, e mostra que quer brigar pelo mando de quadra. Mesmo encarando adversários teoricamente mais fracos – Detroit Pistons 2x, New Orleans Pelicans e Toronto Raptors-, a equipe cumpriu seu papel e ocupa a liderança da conferência leste de forma isolada. É a primeira vez desde 1996 – quando tinha Michael Jordan – que Chicago inicia a temporada vencendo os quatro primeiros jogos. Sinal de novos tempos? Os Bulls voltam às quadras na próxima quinta-feira, em casa, contra o New York Knicks.

    Os Bulls têm seu melhor início em 25 anos. (Photo by Mark Blinch/NBAE via Getty Images)
  • Charlotte Hornets (3-1): liderada pelo hypado armador LaMelo Ball, a equipe de North Carolina iniciou sua caminhada batendo Indiana Pacers, Cleveland Cavaliers e Brooklyn Nets. Foi a primeira vez na história em que a franquia vence os três primeiros jogos da temporada. Charlotte conheceu sua primeira derrota na última segunda (25), quando perdeu para o Boston Celtics em uma emocionante prorrogação. A amostra é curta, mas a torcida já tem todo o direito de ousar acreditar em uma classificação aos playoffs. Em projeções e simulações feitas antes do início da temporada, os Hornets não eram dos maiores favoritos à uma vaga no mata-mata da competição. Um dos motivos é a notória juventude de atletas em desenvolvimento como Miles Bridges, PJ Washington e o próprio LaMelo. O experiente ala Gordon Hayward serve como referência da garotada, sendo peça importante de uma equipe que desde o ano passado é das mais empolgantes de se assistir. O próximo desafio é na quarta-feira (27), em Orlando, contra o Magic.

    LaMelo Ball tem médias de 23 pontos, 5.5 rebotes, 7 assistências e 4 bolas de três por jogo até aqui. (Photo by Grant Halverson/Getty Images)
  • Golden State Warriors (3-0): os Warriors, por sua vez, vivem uma expectativa de retomada do status de favoritos. Após perder Klay Thompson por duas temporadas e não ir aos playoffs em nenhuma delas, a franquia californiana aguarda o retorno do ala-armador nos próximos meses, para voltar a formar com Stephen Curry a dupla de armadores mais letal que o jogo já viu. Recém escolhido como um dos 75 melhores jogadores de todos os tempos, Curry já mostrou que quer voltar a competir no topo, com médias de 31 pontos, 9 rebotes e 7 assistências nos três primeiros jogos, carregando a equipe nas vitórias sobre os rivais locais Lakers, Clippers e Kings. Golden State lidera a conferência oeste e volta às quadras nesta terça (26), contra o Oklahoma City Thunder, fora de casa, às 21h (Brasília).

    Stephen Curry anotou 45 pontos e 10 rebotes na vitória sobre os LA Clippers. (Thearon W. Henderson/Getty Images/AFP)

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: