Dimez: a decepcionante carreira da primeira escolha da NBA 2K League

Dimez: a decepcionante carreira da primeira escolha da NBA 2K League

Dimez (Artreyo Boyd) foi a primeira escolha da história da NBA 2K League lá em 2018. Após três temporadas e meia, a carreira de Dimez não decolou como era esperado. Já considerado um bust, o armador foi trocado do Mavs Gaming para o Raptors Uprising GC na última semana. Uma grande decepção para quem já foi chamado de LeBron James do NBA 2K.

A temporada de estreia de Dimez e do Mavs Gaming não foi empolgante. Dallas terminou com uma campanha 6-8 e não foi aos playoffs. As participações nos torneios também não agradaram e a franquia passou longe de brigar por algum título.

Dimez e Mavs: do céu ao inferno em 2019

Tudo pareceu mudar na segunda temporada da NBA 2K League. Dimez começou voando e o Mavs foi acumulando vitórias e mais vitórias. O desempenho nos torneios ainda não eram bons, mas o time ia muito bem na regular season.

O Mavs bateu o recorde de vitórias consecutivas da 2KL ao vencer seus nove primeiros jogos. A marca não durou muito, pois o Blazer5 Gaming venceu 14 e tomou a liderança na tabela de classificação. Mesmo assim, o Dallas se classificou para os playoffs em segundo lugar e era apontado como um dos favoritos.

Aí as coisas começaram a desandar. Dimez e os Mavs foram eliminados na primeira rodada dos playoffs para o Celtics Crossover Gaming de oFAB (segunda escolha geral de 2018). A derrota pesou bastante, pois todos os olhos do mundo da 2K League estavam no confronto da escolha 1 versus a escolha 2. Enquanto oFAB teve média de duplo-duplo, a maior pontuação de Dimez foi apenas de 11 pontos no Jogo 2.

A mudança para ala-armador em 2020

Na temporada seguinte, Dimez continuou com dificuldades em armar o time. A inconsistência começou a pesar no desempenho do Mavs, que não conseguia convencer o torcedor.

Chamado de LeBron James do NBA 2K, Dimez não atingiu as expectativas em quatro anos de liga (Foto: Getty Images)
Chamado de LeBron James do NBA 2K, Dimez não atingiu as expectativas em quatro anos de liga (Foto: Getty Images)

A solução foi passar Dimez para ala-armador e “promover” Sherm ao posto de point guard. A nova formação funcionou e o Mavs conseguiu sua vaga nos playoffs.

Porém o desfecho foi o mesmo da temporada anterior. Dallas foi eliminado logo no primeiro jogo e Dimez novamente não conseguiu uma grande atuação.

Dimez volta a ser PG, mas…

Mesmo com o bom desempenho de Sherm como armador principal, o Mavs decidiu voltar com Dimez de point guard em 2021. Assim, a franquia trocou Sherm para o Hornets Venom GT.

+ SIGA O ECB NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO TWITTER E NO TIKTOK

A temporada nem acabou, e a decisão já foi comprovadamente equivocada. O Hornets está na quarta colocação na Conferência Leste, com 13-7, e foi campeão do The TURN com grande atuações de Sherm jogando de armador.

Já o Mavs está em oitavo no Oeste, com 6-12. Dimez foi para o banco no The TURN após não participar de alguns treinamentos. O clima ruim e o desempenho aquém pareciam estar no limite.

A troca para o Raptors Uprising GC

Logo após o The TURN, o Mavs trocou Dimez e uma escolha de terceira rodada por ReeceMode e uma escolha de segunda rodada. Um retorno bem modesto para alguém que foi a primeira escolha da história da liga.

Quanto mais o Mavs insistiu em Dimez, mais o jogador foi perdendo seu valor e mais a franquia perdeu poder de barganha. ReeceMode se mostrou um bom ala pontuador pelo Raptors em 2020, mas o valor posicional de um PG é muito maior.

Agora o Mavs vai terminar a temporada sem um armador de ofício. Para piorar, a franquia ainda está vendo a evolução e o sucesso de Sherm no Hornets.

Raptors mais em baixa do que Dimez

Em Toronto, Dimez terá a chance de redenção. Após uma temporada mágica de 16-0, dois títulos de torneios e semifinal da 2K League, o Raptors vem muito mal em 2021. Os canadenses estão em último no Leste com 5-17.

O MVP do ano passado, Kenny Got Work, não está jogando nada bem, e já foi deslocado para SG em algumas partidas, assim como Dimez. A dúvida que fica é de quem jogará como point guard.

Ambos já atuaram juntos nas quadras virtuais fora da liga. O entrosamento da dupla pode ser o primeiro passo para que Dimez, Kenny e os Raptors voltem a brilhar.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: