Campeonato Brasileiro Feminino Interclubes: CBB apresenta logo da competição

Campeonato Brasileiro Feminino Interclubes: CBB apresenta logo da competição

Jovem, alegre e interativa. Nesta quinta-feira, 22 de julho, a Confederação Brasileira de Basketball lançou a logo oficial do Campeonato Brasileiro Interclubes Feminino 2021. O torneio terá 16 equipes com uma base de atletas sub-23 e conta com o apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC). A competição começa em setembro e promete ser uma grande oportunidade para que jovens talentos continuem suas carreiras e para que o o basquete brasileiro revele novas jogadoras para disputas como a Liga de Basquete Feminino (LBF) e também a Seleção Brasileira principal.

A logo foi criada pelo designer Sandro Gama, responsável também por toda a identidade visual do campeonato para 2021.

Trabalhamos em cima de uma identidade visual jovem, na pegada dos quadrinhos, bem colorida e convidativa. Tem a cara da competição, que é voltada para jovens talentos do basquete brasileiro – disse o designer.

O Campeonato Brasileiro contará com a participação de times de oito estados e uma importante descentralização, com equipes da região Centro-Oeste e Nordeste também. Todo o torneio será jogado em sistema de sedes, espécies de bolhas, levando em conta a pandemia da Covid-19. Confirmaram presença: Instituto Vitaliza (PE), Sport Club do Recife (PE), Aeroclube (RN), Clube Campestre (PB), ADC Bradesco (SP), Sociedade Thalia (PR), SGJ Joinville (SC), AGEFB/Basket São José/ELASE (SC), Cerrado Basquete (DF), Maracaju Basquete Clube (MS), ADRM Maringá (PR), ABASFI Foz do Iguaçu (PR), São José dos Pinhais/Guaxo (PR), Sociedade Recreativa Mampituba (SC), Basket Pinda – Pindamonhangaba (SP) e APAGEBASK Guarulhos(SP).

+ SIGA O ECB NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO TWITTER E NO TIKTOK

Assim como no Brasileirão masculino, as equipes serão divididas em conferências. Os times de cada uma, assim como as homenageadas, serão divulgadas em breve pela CBB, assim como a fórmula de disputa até o Final Four, marcado para novembro de 2021.

O torneio respeitará todos os protocolos de saúde contra a COVID-19, com testes RT-PCR antes do começo dos jogos de cada sede, além de cuidados de higiene e distanciamento social. No Brasileirão masculino, o protocolo da CBB foi sucesso e nenhuma equipe teve jogadores em ação com atletas infectados pelo vírus. A arbitragem também não teve casos do novo coronavírus.

O Brasileirão feminino terá transmissão ao vivo pela CBB TV/TV NSports, e o calendário e quantidade de jogos disponibilizados de forma gratuita terá sua grade definida e divulgada nas próximas semanas.

LEIA MAIS: Ter uma equipe ou um time?

Campeonato Brasileiro Feminino Interclubes. (Foto: Divulgação/CBB)

Confira as equipes 

Instituto Vitaliza (PE)
Sport Club do Recife (PE)
Aeroclube (RN)
Clube Campestre (PB)
ADC Bradesco (SP)
Sociedade Thalia (PR)
SGJ Joinville (SC)
AGEFB/Basket São José/ELASE (SC)
Cerrado Basquete (DF)
Maracaju Basquete Clube (MS)
ADRM Maringá (PR)
ABASFI Foz do Iguaçu (PR)
São José dos Pinhais/Guaxo (PR)
Sociedade Recreativa Mampituba (SC)
BAsket Pinda – Pindamonhangaba (SP)
APAGEBASK Guarulhos(SP)

Fonte: Assessoria CBB

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: