KTO/Blumenau faz ótimo primeiro tempo e vence o SESI Araraquara

KTO/Blumenau faz ótimo primeiro tempo e vence o SESI Araraquara

Com um forte primeiro tempo e tendo cinco jogadoras pontuando em dígitos duplos, o KTO/Blumenau venceu em casa a primeira partida das quartas de final contra o SESI Araraquara. O resultado final de 83 a 78 no Galegão, em Blumenau (SC), deixa a equipe catarinense em vantagem na série melhor de três.

A capitã Mariana Camargo teve o seu melhor jogo na temporada e foi a maior pontuadora catarinense, com 17 pontos. Cacá, com 16 pontos, 8 assistências, 4 roubos de bola e 18 de eficiência, ficou com o troféu GOL Linhas Aéreas de Melhor Jogadora da Partida. Kaw teve 13 pontos, enquanto Luana e Vitória Marcelino tiveram 12 e 10 pontos, respectivamente.

A cestinha da noite, no entanto, foi Tainá Paixão. A ala/armadora do SESI Araraquara anotou 28 pontos pela terceira vez em 2021 – e a segunda contra o KTO/Blumenau em Santa Catarina. A performance é também o recorde pessoal da atleta em 8 temporadas na LBF.

Nany teve 23 pontos – a dupla foi responsável foi dois terços da pontuação araraquarense na noite.

No sábado (24/7, 17h, LBF LIVE), paulistas e catarinenses se enfrentam em Araraquara (SP) para o segundo jogo da série. Um resultado diferente do jogo 1 leva a decisão para o jogo 3, na segunda-feira (26/7, 19h, LBF LIVE), também no interior paulista.

+ SIGA O ECB NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO TWITTER E NO TIKTOK

O KTO/Blumenau começou o jogo com ritmo forte, vencendo o primeiro período por onze pontos (26×15). O SESI buscava voltar no jogo, mas ainda não tinha resposta ao ímpeto blumenauense, que ampliou a diferença no intervalo (46×32).

Somente no terceiro período que o time paulista, segundo colocado na fase de classificação, reagiu, nas bolas de três de Nany que foram tirando a diferença. A equipe paulista sofreria com a lesão da pivô Juliana, que fez bom primeiro tempo e se machucou após queda no garrafão.

Com a dupla da ala com Tainá funcionando bem, o SESI empatou o jogo a 68 pontos com quatro minutos por jogar e deu requintes de emoção no desfecho. Mas, com três bolas de fora decisivas – duas de Luana, o KTO/Blumenau segurou a reação e saiu na frente na série.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: