Trust The Process, mas até quando?

Trust The Process, mas até quando?

Philadelphia 76ers’ Joel Embiid (21) and Ben Simmons are seen during an NBA basketball game against the Oklahoma City Thunder, Saturday, Jan. 19, 2019, in Philadelphia. (AP Photo/Michael Perez)

 

“Trust the Process”, se você vê NBA e acompanha o Philadelphia 76ers com certeza já ouviu essa frase. Após anos perdendo de propósito, os Sixers acumularam grandes jogadores via draft como Joel Embiid e Ben Simmons. Além disso, contaram com a sorte de tanto Embiid, quanto Simmons perderem seus anos de estreantes por conta de lesões, isso ajudou nas campanhas ruins da equipe rumo a boas escolhas no Draft. Com isso, em 2018, eles tinham a pick #1 do Draft e selecionaram o armador Markelle Fultz, o processo parecia finalmente ter acabado…

No entanto, Fultz também se machucou, perdendo boa parte do seu ano de estréia. Simmons arrebentou em seu primeiro ano, ganhando o prêmio de novato do ano. Embiid se tornou um jogador sólido. Mesmo assim, o Philadelphia ainda não era um time para ser campeão e caíram no segundo round para o Boston Celtics, por 4 a 1.

Apesar disso, as esperanças se renovaram para a próxima temporada, talvez com um Fultz saudável a equipe pudesse alcançar voos maiores. Entretanto, os problemas de Fultz eram maiores do que se podia esperar e o armador nunca virou aquilo que se esperava dele no Sixers. Elton Brand, General Manager de Philly mexeu seus pauzinhos e conseguiu uma troca por Jimmy Butler, admitindo que: “Agora, adicionamos um terceiro jogador entre os 20 melhores”. 

 

Quedas consecutivas atrasam o processo

Pelo contrário do que imaginavam, adicionar Jimmy Butler não fez Philadelphia engrenar. Alguns problemas de vestiário atrapalharam a equipe naquele ano, ainda mais, Kawhi Leonard destruiu os sonhos dos Sixers mais uma vez.

Depois disso, Philadelphia caiu para os Celtics no primeiro round em 2020 e para o Atlanta Hawks em 2021, na semifinal de conferência. Dessa maneira, o torcedor deve se questionar se ainda deve acreditar no processo, já que este nunca os levou a uma final de conferência. Ainda mais, as recentes explosões de Hawks e Phoenix Suns, que perderam os playoffs no ano anterior e implodiram para finais de conferência devem ser levadas em conta. Uma vez que essas equipes não ficaram anos perdendo para serem competitivas.

 

FOTO: SPORTING NEWS / TWITTER

Outro ponto é: a cada temporada, Ben Simmons e seu encaixe ofensivo com Embiid vem se tornando prejudicial. Sua mentalidade piorou; se você assistir a vídeos dele como um novato, e ver o jogador de hoje, irá notar que parecem atletas diferentes. Como resultado, essa temporada parece ser o fim da linha para o jogador, que está sendo especulado em diversas franquias, como alvo de troca.

Por fim, deixo uma pergunta ao leitor. Vale a pena perder por anos e ainda assim não ter resultados consistentes nos playoffs? As quedas dos Sixers são duras e frustrantes, não vejo que esse processo deu certo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: