Lucas Mariano retorna para Franca com MVP na bagagem

Lucas Mariano retorna para Franca com MVP na bagagem

Criado e formado como jogador em Franca, o pivô Lucas Mariano está de volta ao time do interior paulista, após seis temporadas fora. Vindo do São Paulo, onde atuou em 2020/2021 e sendo eleito MVP do NBB, Lucas vai jogar em Franca no período de 2021/2022.

Desde as categorias de base, Lucas Mariano sempre foi considerado um jogador com grande potencial no basquetebol brasileiro. No entanto, esse potencial só se tornou realidade nas últimas temporadas.

INÍCIO EM FRANCA

Seu primeiro NBB da carreira foi com o Franca, na temporada 2009/2010, mas ainda muito jovem, o pivô pouco jogou. Nas duas temporadas seguintes, 2010/2011 e 2011/2012, o tempo de quadra também foi baixo, algo normal para um jovem pivô no basquete brasileiro, que estava naquele momento, em transição do basquete de base para o basquete adulto.

Foi na temporada 2012/2013 que Lucas Mariano começou a ter importância na rotação do time francano. Pelo NBB, foram 42 jogos, com médias de 23,3 minutos, 10,9 pontos e 4,8 rebotes por jogo. Em Franca, o pivô ficou mais duas temporadas. Em 2013/2014 foram 41 jogos no NBB, com média de 29,2 minutos, 12,8 pontos e 3,9 rebotes por jogo. Já em 2014/2015, foram 40 jogos pelo NBB, com média de 30,8 minutos, obtendo 12,4 pontos e 5,8 rebotes por jogo.

Ainda pelo Franca, ele jogou três edições da LDB, principal competição de base do país. O jogador teve bons momentos com a equipe do interior paulista, mas não chegou a ser o que de fato se esperava dele e o potencial ainda estava “guardado”.

PASSAGENS POR OUTRAS EQUIPES

Após sua passagem por Franca, Lucas Mariano rodou por seis equipes diferentes, uma em cada temporada. Chegou ao Mogi na temporada 2015/2016, mas as médias caíram e ele não teve um NBB de encher os olhos do torcedor mogiano – foram 39 jogos, sendo 21,3 minutos, 8,8 pontos e 4,3 rebotes por jogo. 

Na temporada seguinte, 2016/2017, Lucas se transferiu para o Brasília e pelo time da capital brasileira o desempenho foi positivo, mas ainda faltava alguma coisa pro pivô se estabelecer como um dos principais jogadores de sua posição. No Brasília, foram 29,8 minutos por jogo, com média de 18,1 pontos e 6,5 rebotes.

Em 2017/2018, o jogador se transferiu do Brasília para o Vasco, porém o desempenho no clube carioca não foi bom; não apenas dele, mas de todo o time. Foram 30 jogos pelo NBB, totalizando 22,4 minutos, 11,4 pontos e 4,5 rebotes.

Nas temporadas seguintes, o desempenho e a importância de Lucas Mariano começaram a mudar. O pivô jogou em Bauru, Botafogo e São Paulo.

MUDANÇA DE PATAMAR E CONSOLIDAÇÃO

A partir da temporada 2018/2019 as coisas começaram a melhorar para Lucas Mariano e aquela promessa da base francana mostrou um excelente basquetebol. Pela equipe de Bauru, foram 31 jogos, com média de 29,4 minutos, 15,1 pontos e 5,9 rebotes. Nessa temporada, o pivô teve o seu melhor desempenho de toda a carreira dentro da área pintada – 62,6% de aproveitamento.

Do Bauru, o jogador retornou ao Rio de Janeiro,  dessa vez para jogar no Botafogo e o desempenho do pivô continuou a melhorar. Sob o comando de Léo Figueiró, o pivô conquistou a Liga Sul-Americana. Pelo NBB, foram 26 jogos, com média de 25,7 minutos, 15,6 pontos e 4,8 rebotes. A melhora do jogador foi notória durante essa temporada. Ele teve o melhor desempenho em bolas de três pontos da carreira – 42,5% de aproveitamento, um número altíssimo e bem relevante, ainda mais para um jogador de sua posição.

Após boa temporada pelo Botafogo, transferiu-se para o São Paulo, um time com alto potencial de investimento e que naquele momento buscava os melhores jogadores disponíveis no mercado. A aposta do clube paulista foi um sucesso. Lucas Mariano viu suas médias aumentarem consideravelmente; foi uma temporada fantástica do pivô. Além disso, visualmente estava na melhor forma física da carreira, bem mais forte que em temporadas anteriores.

Pelo clube do Morumbi, Lucas Mariano jogou 36 partidas no NBB, com média de 30 minutos por jogo e conseguindo 19,8 pontos e 7,4 rebotes. Além disso, viu o número de eficiência disparar para 20,1, a terceira melhor da competição. Com números espetaculares, Lucas Mariano venceu merecidamente o prêmio de MVP do NBB 2020/2021. Além dos feitos pessoais, o pivô conquistou o vice-campeonato do NBB, junto ao São Paulo.

VOLTA PARA CASA 

Após a temporada fantástica de Lucas Mariano, a equipe de Franca investiu pesado e trouxe ele de volta pro interior paulista e montou um time fortíssimo. 

Essa volta é boa para todos; para o time de Franca, que consegue no mercado o principal pivô, no atual momento do basquete brasileiro. Para o torcedor, que poderá acompanhar um grande jogador e um grande time. E principalmente para Lucas Mariano, que após rodar por vários times está de volta para a sua cidade. Desta vez, um jogador totalmente diferente daquele que saiu na temporada 2015/2016 – bem mais confiante, experiente e com um basquetebol de extrema qualidade.

Torcedor de Franca: aproveite. Pois, jogando o que jogou na temporada passada e mantendo a boa forma física, certamente Lucas Mariano tende a ser o melhor pivô brasileiro em atividade. 

INSCREVA-SE NO CANAL DO ESPORTE CLUBE BASQUETE

One thought on “Lucas Mariano retorna para Franca com MVP na bagagem

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: